HubHouse Automação Residencial Completa ■ Rede Wi-Fi Profissional ■ Sistema de Áudio e Vídeo ■ Energia Solar

A importância do arquiteto no projeto de automação residencial

O projeto de automação residencial é integrar a tecnologia em todos os dispositivos disponíveis em uma casa e ela vem conquistando cada vez mais espaço na lista dos clientes. O arquiteto é a peça-chave para quem quer realizar a automação e, ainda assim, ter o design desejado.

Veremos no post de hoje como o arquiteto que realizará o projeto é tão importante quanto o produto final.

O que é a automação residencial?
A automação residencial é: implantar a tecnologia em todos os dispositivos que se conectam ao wi-fi do lar. Desse modo é possível ter uma casa inteligente e conectada para você e sua família.

Por meio de sistemas integrados à casa e conexão com a internet, o projeto de automação residencial visa facilitar e simplificar a vida do morador. É possível ter controle total através de um simples toque em seu smartphone.

Como se inicia um projeto de automação residencial?
É preciso saber que todo o processo, desde os equipamentos a serem utilizados, projetos e a instalação são feitos por um profissional mais do que especializado. Ele será de extrema importância para todo o processo, desde o contato inicial com o cliente, até a entrega do sistema integrado que dará vida ao lar.

O profissional pelo projeto de automação fica responsável por:
Analisar o projeto do cliente;
Verificar quais as necessidades e equipamentos que serão utilizados;
Qual o tipo de iluminação para cada ambiente;
Sincronizar o home theater;
Aspiração centralizada, irrigação, câmeras, controle de acesso, detector de fumaça, de inundação, etc.
Também é preciso:
Desenvolver o projeto;
Avaliar os fornecedores que podem atender o cliente;
Acompanhar e supervisionar a preparação;
Instalar o sistema;
Programar, customizar e realizar os testes em todo equipamento;
Entregar e dar todas as instruções ao cliente de como manusear.
A automação residencial vem avançando cada vez mais, por trazer praticidade e soluções simples para o dia a dia, muitas pessoas estão apostando nesse projeto.

A automação pode compreender desde o mais simples dos sistemas – como controlar a iluminação – até o mais sofisticado – como controlar projetores, sistemas de ventilação e tudo isso à distância

Além de toda a facilidade e simplicidade que o projeto de automação residencial proporciona ao cliente, ainda vem com o adendo da economia – já que é possível ligar e desligar a hora que quiser, de maneira simples e rápida, manuseando os aparelhos facilmente.

Onde a automação pode ser aplicada?
Para ser possível realizar a automação, é preciso apenas de aparelhos com conectividade elétrica, internet e um dispositivo inteligente que irá realizar a troca de informação entre eles, para que a automação seja possível.

Para controlar o sistema, é possível utilizar diferentes tipos de dispositivos:
Dispositivos de comando de voz.
Aplicativos para celular;
Displays touch screen;
Teclados de parede;
Interface web.

Como a automação residencial pode ser aplicada:
Monitoramento da iluminação;
Gerenciamento do sistema de ventilação (ar-condicionado e aquecedor);
Automação de cortinas e persianas;
Ambientação com sistemas de som, temperatura e iluminação;
Controle de fechaduras eletrônicas;
Sensores de vazamento de água e fumaça;
Controle de consumo de energia e água;
Sensores de presença em janelas e portas;
Câmeras inteligentes e integradas.
Qual a importância do arquiteto para o projeto de automação residencial?
O arquiteto é a peça fundamental para quem está pensando em realizar a automação em casa. Se o profissional for de confiança, ele conseguirá integrar toda a tecnologia desejada e ainda assim manter o projeto com todas as necessidades e exigências feitas pelo cliente.

É o arquiteto que verá a viabilidade e funcionalidade de tudo no projeto. Caso seja inviável o desejo do cliente, o arquiteto terá uma solução para realizar tudo conforme o solicitado e, ainda assim, deixar tudo mais prático e cômodo para o cliente.

Antes de tudo, é fundamental que o arquiteto escolhido esteja por dentro das novidades que envolvem a automação residencial, dessa forma, ele poderá realizar um ótimo projeto dessa casa inteligente.

O projeto de automação além de ser benéfico para o cliente, também é para o arquiteto, já que tudo pode ser gerenciado através de um dispositivo. A acessibilidade do projeto é válida, e com ele, o arquiteto pode instalar ainda mais elementos que irão incrementar todo o produto final.

Para isso, é preciso ter certeza de que o arquiteto e a empresa escolhida são de extrema confiança e excelência, já que estamos falando de um projeto que demanda mais complexidade, é preciso que ele seja feito de maneira correta.

Sua casa inteligente começa na HubHouse. Entre em contato e saiba por que somos a referência em automação residencial.